sábado, 31 de outubro de 2009

Educador americano elogia professores de São Paulo




A ARTPONTO não se absteve de transcrever a matéria abaixo, dado a sua postura de lealdade e a sua bandeira em favor da Educação Pública.

Felicitamos todos os professores e vimos através desta matéria implorar-lhes que não titubeiem e nem percam a energia, inovem todos os dias suas estratégias, não permitam que a monotonia tirem de nossos dicípulos o ânimo para aprender.

Líbano Montesanti Calil Atallah

professor

Educador americano elogia professores de São Paulo
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2007 às 11h25


Na última quinta-feira, 16, durante a apresentação do seminário ?Práticas de gestão em escolas públicas paulistas e norte-americanas?, o administrador escolar e vice-diretor para atividades curriculares da Southwestern Wisconsin School Distric, do Wisnconsin, estado norte-americano, James Egan elogiou o afeto dedicado pelos professores brasileiros aos seus alunos e afirmou que a melhor parte do dia para o estudante paulista é quando ele recebe um abraço do professor. ?As crianças paulistas estão em boas mãos, a educação brasileira é excelente?, completa Egan. O evento marcou o encerramento de uma série de visitas de dois educadores americanos em escolas estaduais.
O seminário, que contou com a presença de 200 professores e participantes do Progestão, faz parte do intercâmbio educacional do Programa de Diretores Escolares Norte-Americanos ao Brasil , promovido pela Secretaria de Estado da Educação de São Paulo em parceria com a embaixada Americana e Conselho Nacional de Secretários da Educação (CONSED). A ação proporciona a troca de experiências e projetos entre gestores escolares dos dois países.
Na apresentação, os diretores norte-americanos falaram sobre a organização política das unidades escolares americanas e os principais problemas enfrentados, como a falta de apoio do governo federal, indisciplina dos alunos e o não interesse dos pais pela vida escolar dos filhos. Os educadores também fizeram uma avaliação do trabalho desenvolvido pelos diretores paulistas e relataram o que vivenciaram durante as visitas.
Segundo o diretor de planejamento e assessor legislativo da Loundon CountryPublic Schools, San Adamo, a energia das escolas paulistas e o envolvimento de diretores, docentes e alunos é impressionante. ?Quero transmitir a minha equipe escolar toda energia que recebi em São Paulo. As escolas brasileiras são mais afetivas e os pais, mais participativos?, diz Adamo. Já James Egan disse que levará para os Estados Unidos ótimas impressões, iniciativas e bons exemplos de gestão.
De acordo com a coordenadora em exercício do Programa na Secretaria Estadual da Educação, Célia Maria Monti, a busca de informação é significativa para as inovações na área de administração escolar. ?Os diretores brasileiros além de apresentarem as suas ações, compreenderam como é o sistema educacional americano. É muito importante que o educador se atualize?, diz.
Desde o dia 13 de agosto, acompanhados por cinco diretores brasileiros e quatro supervisores de ensino, os gestores americanos visitaram as escolas estaduais, Professor João Borges, Maestro Fabiano Lozano, Presidente Tancredo Neves, Orville Derby e o Centro de Referência em Educação Mário Covas , local que reúne um extenso acervo educacional. Na sexta-feira, último dia de estadia no Brasil, os educadores foram recebidos pela Secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.
O Programa
A Embaixada dos EUA oferece desde 1998, ano de início do programa, uma agenda de visitas profissionais dirigidas aos Estados Unidos para que os diretores vencedores do Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar possam conhecer outras experiências em administração escolar.
A idéia é proporcionar a eles uma visão mais aprofundada do sistema educacional norte-americano, a sociedade em que vivem e estabelecer contatos, termos de colaboração e laços de amizade entre escolas do Estados Unidos e do Brasil.
Em 2006, oito norte-americanos vieram ao Brasil, dois deles conheceram escolas estaduais do Vale do Paraíba. A visita terminou dia 18 de agosto com a realização de uma videoconferência para todo o Estado sobre ?Semelhanças e diferenças entre a gestão escolar nos EUA e Brasil?
O que é o Progestão
É um curso de formação continuada - organizado nas modalidades à distância e presencial - para gestores escolares que atuam nas redes públicas de ensino. Trata-se de uma proposta inovadora no campo da formação continuada de dirigentes escolares, adotada pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em parceria com um grupo de Secretarias de Educação que se consorciaram para assegurar o financiamento da produção dos materiais instrucionais do programa, para uso descentralizado.


 libanoatallah@terra.com.br
ELOGIOS AOS PROFESSORES PAULISTAS

A REVISTA É UM ORGÃO DA
______________________________________________________
______________________________________________________
Líbano Montesanti Calil Atallah