segunda-feira, 2 de novembro de 2009

O ENSINO PUBLICO E A COMUNIDADE: A IMPORTÂNCIA DO ALUNO - LÍBANO MONTESANTI CALIL ATALLAH



O ENSINO PUBLICO E A COMUNIDADE:
A IMPORTÂNCIA DO ALUNO

Lembrando a todos que estamos juntos envolvidos nesta questão extremamente complexa que é o de solucionar os problemas ligados ao Ensino Publico.
Resolvi então divulgar minhas idéias para ajudar a resolver tal problemática, através da suíte de matérias com o titulo acima, que obviamente ficam expostas para observações diversas através do e.mail abaixo desta matéria, todas publicadas nesta conceituada revista.
Venho com isto colhendo dos leitores elogios e apoio às idéias revolucionárias, que segundo intelectuais ou mesmo estudiosos que acreditam serem questões que precisam de soluções e decisões e que devem ser tomadas imediatamente.
Nesta ocasião quero chamar a atenção destes mesmos leitores à importância que nossos educandos como seres humanos e cidadãos, tem naturalmente.
Todos que ousam matricular-se em uma escola o fazem no intuito de obterem conhecimento e logicamente o diploma como atestado de que seu curso realmente valeu a pena, ganhando com isso alguma importância.
Mas o que acontece na realidade é que acabam deixando as dependências da escola ao terminarem o nível médio, portando praticamente só o diploma, pois o conhecimento adquirido não foi o suficiente para que disputem tête-à-tête, com os mais preparados, vagas nas Universidades mais importantes, tipo: USP, GV, ITA, etc.
Os alunos uma vez matriculados devem contar com a capacidade do mestre(professor) para levar até eles o total de conhecimento necessário para que tenham condições de fazer uma boa prova de vestibular.
Nesse sentido o professor é quem deve ter estratégia para chegar ao principal objetivo que é o de levar o conhecimento até seus discípulos, ou alunos. Mas acaba se deparando com tanta dificuldade que mal consegue atingir uma minoria mais preparada.
O professor não pode perder o aluno.
Quero lembrar que pela lei todos têm o mesmo direito, neste caso o de aprender.
Desde quando começam seu aprendizado, no ensino fundamental, as crianças realmente trazem consigo anseios como busca de importância que não encontraram no seio de suas famílias, isto quando ainda estão integras.
Quando os pais geram seus filhos tem que passar sua importância pessoal a eles, os filhos, é perfeitamente natural, pois do contrario de que adianta gera-los?
Então quando a crianças não encontram em casa, esta importância, naturalmente desejada, tentam encontra-la na escola, se lá também não conseguem reagem com indisciplina.
Assim se seu professor não lhe transmitir esta desejada segurança, importância, vai ter barreiras consideráveis para transmitir-lhes ensinamentos.
Já foi constatado que o professorado brasileiro é extremamente afetivo com seus alunos, raro são as exceções, mas o preparo para criar estratégias e atingir todos seus alunos independentemente de suas capacidades fica, muitas vezes, aquém do mínimo necessário.
Saber criar estratégias é fundamental.
Com a inclusão esta característica deve ser ainda mais importante e individual, repito: não pode haver barreiras para aquele que se dispõe a aprender.
Se levarmos em consideração os argumentos acima, sucintamente descritos, já nos adiantaremos, para em futuro próximo termos uma escola publica mais atrativa aos olhos da comunidade.

Líbano Montesanti Calil Atallah
Professor
libanoatallah@terra.com.br
O ENSINO PUBLICO E A COMUNIDADE - A IMPORTÂNCIA DO ALUNO
LÍBANO MONTESANTI CALIL ATALLAH

A REVISTA É UM ORGÃO DA
______________________________________________________
______________________________________________________
Líbano Montesanti Calil Atallah